Downtime: como isso afeta o seu negócio?

Data da publicação: 17 de julho de 2024

No mundo dos negócios tudo é acelerado e quantitativo, buscando sempre a melhor performance no mercado. Nesse sentido, sobressaem-se aqueles que demonstram a melhor eficiência, e ter uma infraestrutura fora do ar é certeza de prejuízo. O termo “downtime” remete a isso, quando há inatividade em um sistema ou rede, deixando a operação indisponível. Agora, você sabe como o downtime afeta o seu negócio?

 

Possíveis causas de um downtime

 

Possíveis causas de um downtime

Downtimes são uma realidade possível para qualquer infraestrutura tecnológica. Eles podem ser programados pelo setor de TI, em uma atualização de sistema ou manutenção interna preventiva. Ou podem ser também, consequência de diversas outras ações não planejadas. Por exemplo:

  • #1 – Falta de redundância na infraestrutura: Ao garantir a redundância na TI, você certifica que sua infraestrutura não seja interrompida. Existe um termo para isso: os SPOOFS (Single Point of Failures), são pontos únicos de falhas em uma infraestrutura. O interrompimento dos SPOOFS ocasionam downtimes.
  • #2 – Falta de monitoramento minucioso: A análise e o monitoramento detalhados da infraestrutura é a melhor forma de identificar possíveis riscos para a empresa, agindo como uma prevenção a possíveis downtimes. Ao realizar esse processo com frequência, é possível encontrar causas que contribuem para que este problema ocorra. Basicamente, você chega à “raiz da questão”.
  • #3 – Falta de um planejamento de mudanças: Mudanças em uma infraestrutura tecnológica são sempre necessárias. No entanto, essas devem ser muito bem planejadas, para que se evite a inatividade da rede com possíveis quedas. Quando ocorrem mudanças sem planejamento prévio, elas pegam a todos de surpresa com a inatividade de sistemas.
  • #4 – Equipes enxutas para uma alta demanda: Quando se conta com um time operacional enxuto na TI para a realização de muitas demandas, algumas tarefas tendem a ficar em segundo plano. Considerando isso, é importante que haja um foco operacional maior, para que se evitem riscos de downtime.

 

Impactos gerados por downtimes

 

Impactos gerados por downtimes

Falhas operacionais em uma infraestrutura tecnológica podem gerar grandes prejuízos para as empresas. Os impactos de um downtime para os negócios podem ser devastadores, dependendo da escala da operação. Alguns exemplos disso são:

  • #1 – Perda de produtividade: Cada minuto de inatividade em uma operação representa a perda potencial de eficiência na produção.
  • #2 – Ameaça à reputação da empresa: A interrupção de serviços gera insatisfação ao público consumidor, que pode se voltar para a sua concorrência ou reclamar de sua empresa, prejudicando sua reputação.
  • #3 – Prejuízo financeiro direto: E por último o mais óbvio, a queda operacional pode gerar prejuízos financeiros imediatos ou a longo prazo.

 

Além disso, a frustração e o estresse gerados por downtimes podem afetar completamente o desempenho geral da empresa.

 

O que fazer para minimizar os downtimes?

 

O que fazer para minimizar os downtimes?

A eliminação completa de um downtime é algo impossível, pois infelizmente estes são uma realidade inevitável para muitas empresas. No entanto, existem estratégias que podem ajudar a minimizar seus impactos no cotidiano corporativo. 

Garantir a implementação de backups e sistemas de redundância, podem ajudar a preservar dados e operações críticas de uma empresa, para recuperação rápida em caso de um downtime. Além disso, é importante que haja frequentemente a manutenção preventiva de sistemas e equipamentos. Isso pode ajudar a identificar, e até mesmo corrigir, possíveis problemas antes que se tornem mais graves.

Portanto, pode-se dizer que é essencial a elaboração de um plano de recuperação para gestão de crises causadas por downtimes. Em casos de perda de dados e rede, um plano bem elaborado garante uma resposta eficiente.

 

Implementando ações proativas

 

Implementando ações proativas

Compreendendo os efeitos catastróficos de um downtime, um líder corporativo consegue implementar ações e soluções que ajudem a resolver esse tipo de problema. Assim, o impacto negativo pode ser minimizado por ações proativas, garantindo a eficiência produtiva, financeira e operacional da organização.

Investir em sistemas de backup e segurança, assim como uma manutenção preventiva frequente, e planos de recuperação em casos de desastres, podem garantir a redução de danos e perdas nos negócios. Para isso, é importante contar com o parceiro ideal, que te ajude a manter a produtividade e a reputação da marca intactos.

E nesse cenário, a Central IT tem exatamente o necessário para ajudar você gestor. Nossas soluções em produtos e serviços, voltados para a segurança da informação, garantem a qualidade necessária para que o seu negócio esteja sempre de pé.

Por que continuar batendo cabeça, quando aqui nós temos o ambiente ideal para você? Fale com a gente.

 

Central IT nas redes

 

Central IT nas redes

Ah, aproveite também para nos seguir nas nossas redes. Estamos presentes no Facebook, Instagram, LinkedIn, YouTube e Telegram.

Até a próxima!

 


Autor: Raphael Fernandes (Copywriter na Central IT).