Como conseguir implementar a LGDP na sua empresa?

É consenso no meio da tecnologia em negócios de que a LGPD vai mudar a lógica e os modelos dos vários mercados que utilizam-se de dados. Na verdade, a lei já mudou bastante da estrutura de trabalho – quem está inserido em empresas que fazem uso tecnologia e coleta de dados sabe disso. 

Quem já percebeu esse movimento de implementação e regulamentação a partir da LGPD já saiu na frente da concorrência. Se você ainda não percebeu, porém, ainda dá tempo. 

Mas a gente lembra que já é hora da LGPD começar a ser aplicada. Mesmo com uma recentes medidas provisórias que alteraram seu prazo, a lei já está em vigor. 

Você consegue conferir abaixo algumas dicas de como começar hoje mesmo a olhar para a LGPD dentro da sua empresa.

Conheça tudo sobre a lei

A LGPD é uma nova legislação e por isso, mesmo que exista muito conteúdo na internet (como este), vale até contratar um especialista para auxiliar a sua empresa na implementação. 

De qualquer forma, o melhor começo é conhecer todos os detalhes da lei, incluindo diretrizes que possam interferir diretamente no seu segmento. Uma outra dica é fazer uma pesquisa no mercado e ver como a concorrência está se comportando. Sempre lembre-se que a lei vale para todos. 

Mapeie todos os dados disponíveis na sua empresa. 

Sua empresa trabalha com dados? Não tenha pontos cegos. Se for preciso, organize grupos de trabalho por cada área específica para fazer um levantamento de todos os dados que são utilizados nos processos, sejam eles internos ou externos. 

Essa etapa vai ser muito importante para a sequência da implementação da LGPD na sua empresa. 

Defina os riscos que cada um desses dados tem. 

O mapeamento dos dados é essencial porque em seguida é preciso definir quais os riscos que cada um dos dados tem de acordo com sua qualificação. São dados internos ou externos? Onde esses dados estão armazenados? Quem tem acesso a esses dados? Essas são algumas das perguntas que podem guiar a sua empresa na implementação da LGPD. 

Quanto mais detalhado for, ficará mais fácil de fazer uma gestão, até porque os trabalhos envolvendo a LGPD devem ser contínuos. 

Faça um plano de gestão de riscos.

O que fazer para mitigar os riscos envolvendo dados armazenados ou coletados por sua empresa? Nesse ponto, é importante definir os responsáveis e as ações necessárias para evitar ir contra as diretrizes da lei.

Para um bom plano, defina prazos para a implementação de mudanças e faça acompanhamentos periódicos. 

Mais importante: continue monitorando e faça produtos novos baseados na LGPD. 

A LGPD veio para ficar e com certeza a sua empresa não vai parar de trabalhar com dados. Por isso, é importante entender que não é necessária apenas a implementação da LGPD, mas o acompanhamento e manutenção de ações depois da adequação. 

Vai sair ganhando quem já pensar em produtos que se adequem à lei desde o início. Principalmente, ao considerar que os usuários estão cada vez mais atentos à postura das empresas em relação ao uso dos dados. 

Em que etapa da implementação da LGPD você está?


A Central IT é especialista em tecnologia e negócios e pode auxiliar sua empresa tanto na adequação quanto nas medidas após a implementação da lei. 

Venha conversar conosco. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − dois =